quarta-feira, 6 de junho de 2012

Cenarios de Risco

Os cenários de risco dizem respeito aos espaços que se caracterizam pelo fato de possibilitar mortes, perdas econômicas e outros aos integrantes dessas áreas ribeirinhas. Esses cenários são denominados de:
cenários de risco de enchente;
cenários de risco de inundação e
cenários de risco de enchente e inundação com alta força de energia de escoamento e capacidade de transporte de material sólido.
Cenários de risco de enchente são áreas com possibilidades de ocorrer perdas econômicas, materiais e óbitos em virtude da erosão marginal e solapamento de taludes marginais do canal de descarga decorrente do grande fluxo das águas. Esses cenários se caracterizam por vales encaixados ou apertados pelos núcleos habitacionais precários localizados nas margens dos rios, e por anfiteatros de drenagem com alta declividade.  Os efeitos de risco se restringem ao canal de drenagem, ocorrendo erosão marginal e solapamento e possibilitando assim, a destruição de moradias e grau moderadamente alto de perdas de vidas humanas.
Cenários de risco de inundação dizem respeito à possibilidade de acontecer óbitos e perdas materiais e econômicas, motivada pela ação das águas, que inundam uma planície ocupada por assentamentos precários. Os aspectos desses cenários são:
. extensas áreas de planície inundada;
. dinâmica lenta do escoamento superficial e do recuo das águas para o leito menor ou canal de descarga;
. grande número de habitações afetadas;
. pequena possibilidade de mortes e outros.
Por fim, temos os cenários de risco de enchentes e inundações com alta energia de escoamento e capacidade de transporte de material sólido. Observa-se a situação geográfica desses cenários nas regiões serranas, tendo como aspectos a grande possibilidade de mortes, destruição plena ou parcial de habitações, dentre outros. Vale destacar que, as águas nesses cenários possuem uma elevada energia de transporte de material sólido (sedimentos, blocos de rochas, troncos de árvores), o que explica também os efeitos devastadores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página